Dicas para tratar o couro cabeludo sensível numa boa

  •  Icone Calendario8 de março de 2024
  •  Icone Relogio 13:38
  •  
  • Thabata Delfina
 Couro cabeludo sensível

Se você está sofrendo com o couro cabeludo dolorido e não sabe mais o que fazer, não precisa se desesperar. Vamos dar algumas diquinhas para você cuidar desse problema e ainda contar como você pode evitar a situação da próxima vez. Confira!

Couro cabeludo dolorido: possíveis causas 

É possível identificar um couro cabeludo sensível quando você percebe que ele está muito ressecado, avermelhado e até mesmo apresentando certa ardência. Antes de tudo, é bom destacar que nem sempre essa sensibilidade é causada por algo específico, em muitos casos, as pessoas com couro cabeludo sensível podem ter uma predisposição genética ou ter alguma enfermidade de pele mais grave, como a dermatite atópica, por exemplo.

Fora esses casos, o couro cabeludo dolorido pode ser causado por fatores como:

  • Exposição em excesso aos raios solares, provocando queimaduras na região e até mesmo descamação. 
  • Lavar as madeixas com água muito quente também pode retirar a oleosidade natural do couro cabeludo e irritar a pele. 
  • Shampoos muito adstringentes desenvolvidos com sulfato na composição ou mesmo outros componentes como parabenos e fragrâncias não-hipoalergênicas igualmente causam sensibilidade. 
  • Procedimentos químicos mais pesados ou com formol são mais uma causa de irritabilidade no couro cabeludo, pois agridem a região.
  • A má alimentação também enfraquece o couro cabeludo, deixando-o mais sensível.

Ainda é importante destacar que pessoas com produção excessiva de óleo pelas glândulas sebáceas que não usam shampoos indicados para o seu tipo de cabelo também podem apresentar sensibilidade no couro cabeludo, provocado pelo excesso de sebo. 

Leia também: Conheça a diferença entre caspa e couro cabeludo ressecado e saiba como tratar o problema

Couro cabeludo dolorido: o que pode ser?

Mulher tratando o couro cabeludo dolorido

Para facilitar, elaboramos uma lista dos principais elementos que contribuem para a dor no couro cabeludo:

Tricodinia

A tricodinia é uma condição caracterizada por dor e sensibilidade no couro cabeludo, muitas vezes associada a inflamação na área. Essa aflição pode surgir simultaneamente a uma queda de cabelo mais acentuada e pode ter várias causas, incluindo agressões físicas na região, mas está principalmente ligada à saúde mental.

Excesso de oleosidade

O excesso de oleosidade também pode contribuir, mesmo que indiretamente, para o surgimento do couro cabeludo dolorido. Isso ocorre porque o acúmulo de óleo torna os cabelos mais suscetíveis à caspa e, consequentemente, à coceira associada a ela. Essa coceira pode, de fato, gerar desconforto no couro cabeludo.

Procedimentos químicos

É comum que pessoas submetidas a procedimentos químicos nos cabelos, como alisamentos e descolorações, relatem sentir dor no couro cabeludo. A irritação causada por produtos agressivos, seja para alisar ou colorir os cabelos, pode desencadear desde uma simples inflamação até queimaduras, em casos mais graves.

Prender os cabelos

Fique tranquila! Não estamos sugerindo que você evite o clássico rabo de cavalo. No entanto, amarrar os fios com muita força, além de causar quebra, também pode resultar em dores no couro cabeludo e até mesmo queda de cabelo (alopecia por tração).

Além disso, prender os cabelos com muita força pode até mesmo desencadear dores de cabeça. Portanto, é melhor ser gentil ao amarrar os cabelos para evitar esses problemas.

Infecções por fungos e bactérias

Doenças infecciosas associadas a tipos específicos de fungos e bactérias também podem provocar um couro cabeludo sensível e dolorido. É crucial tratar imediatamente esse quadro, pois há o risco de evoluir para calvície irreversível nos pacientes afetados.

É importante ressaltar: caso a dor persista no couro cabeludo, é recomendável procurar um médico para obter um diagnóstico preciso e determinar as medidas de tratamento apropriadas. Com o tratamento adequado, é altamente provável que o desconforto desapareça.

Dermatite

Devido a ser uma forma de inflamação na pele, a dermatite pode causar desconforto em várias partes do corpo, incluindo o couro cabeludo. Isso pode resultar em coceira, descamação, ardor e vermelhidão intensa. Como consequência desses sintomas, o couro cabeludo pode ficar dolorido e sensível.

Exposição solar

Mulheres com cabelos finos ou ralos podem experimentar dor quando expostas ao sol devido às queimaduras causadas pelas radiações ultravioleta, o que também pode provocar ardor e sensação de queimação na região.

Nesses casos, a prevenção por meio do uso de protetores solares capilares ou chapéus pode ser muito eficaz para evitar o desenvolvimento desse problema.

Couro cabeludo sensível: alguns fatores que podem ajudar a evitar

Mulher cuidando do couro cabeludo

Agora que você já sabe tudo o que pode causar a sensibilidade e dor do seu couro cabeludo, está na hora de contarmos como é que você pode evitar essas situações e passar longe deste incômodo!

Contra a exposição solar

A melhor maneira de evitar a exposição aos raios de sol é proteger a cabeça com chapéus ou bonés quando a temperatura estiver muito alta. Lembrando que também é super importante proteger os fios da ação do sol. Portanto, use sempre um creme para pentear com proteção UV ao finalizar as madeixas depois da lavagem. 

Contra altas temperaturas durante o banho

Não tem jeito, para isso você deve trocar aquele seu banho quente pela água morninha ou fria, ao menos para lavar o cabelo.

Contra substâncias adstringentes ou irritativas 

Invista em shampoos de limpeza suave, como os liberados. Além de não contar com sulfato, também não possuem parabenos na composição, além de outras substâncias que podem irritar o couro cabeludo de pessoas que possuem a pele naturalmente mais sensível. Para isso, experimente o Kit Detox e Reconstrução Reparadora Maria Natureza, que além de tudo é dermatologicamente testado e hipoalergênico.

Contra os danos causados por procedimentos químicos

Em primeiro lugar, fique longe de procedimentos químicos com formol, tenha você pele sensível ou não. Trata-se de um componente extremamente perigoso para a saúde em geral. No caso de outros procedimentos químicos sem essa substância, seja descoloração, coloração ou alisamento, tente não abusar destes processos e sempre procure um profissional de confiança para realizá-los. 

Além disso, também é essencial cuidar da saúde dos fios que passaram por tais procedimentos. Para isso invista em máscaras de reconstrução capilar. Indicamos para as lisas a Máscara Meu Liso Restauração Intensa, já para onduladas, cacheadas e crespas a sugestão é a Gelatina #todecacho Fortalecedora, que também serve como creme para pentear. Entretanto, aplique apenas no comprimento e pontas, nunca na raiz.

Contra o excesso de oleosidade

Para tratar a produção de óleo em demasia, o ideal é lavar as madeixas com um shampoo indicado para o tratamento de fios oleosos. Além disso, você pode alternar a lavagem com o Shampoo Detox Maria Natureza que limpa profundamente a raiz sem ressecar.

Contra a má alimentação

A única maneira de corrigir essa questão é comendo direitinho, certo? Não tem muito o que fazer. Portanto, mantenha sempre uma dieta balanceada com ovos, carnes, peixes, vegetais, legumes, folhas, frutas e bastante água.

Saiba mais: Conheça as causas e tratamentos para foliculite no couro cabeludo

Invista em produtos para couro cabeludo sensível

Para você que já está com o couro cabeludo sensibilizado e não dá mais para evitar a situação, invista em bons produtos desenvolvidos especialmente para o couro cabeludo sensível. Você pode conferir as bandeirinhas indicativas nas embalagens e também procurar por informações atestando que se trata de produtos dermatologicamente testados, hipoalergênicos e de formulação suave.

Outras opções para ajudar na sensibilidade do couro cabeludo sensível

Em casos mais graves de couro cabeludo dolorido é indispensável que você procure um médico dermatologista. Entretanto, a nossa dica é: não espere a situação se agravar. Se perceber qualquer coisa de errado com o seu couro cabeludo, procure um profissional, ok!?

Gostou de saber mais sobre as possíveis causas do couro cabeludo dolorido? Não deixe de conferir mais dicas no nosso blog



Escreva ou responda um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Conheça o nosso Instagram!

  • Simbora fazer teu penteado MIGS e vamos curtir o São João! 👩🏻‍🌾🌽#SalonNoSaoJoao #SalonLine
  • Passar em qualquer lugar com o cabelo finalizado com a Gelatina Modeladora de Uva #todecacho Kids é assim: só receber elogios! 😍💜🍇 #salonnosaojoao #salonline #gelatinadecabelo #gelatinauva
  • E aí, @eusaabrina julgou certo? Conta pra gente, qual produtinho você usa?#salonline #salonnosaojoao #cabelocacheado #cremedemelancia #saojoao
Simbora fazer teu penteado MIGS e vamos curtir o São João! 👩🏻‍🌾🌽#SalonNoSaoJoao #SalonLine
1 dia ago
View on Instagram |
1/3
Passar em qualquer lugar com o cabelo finalizado com a Gelatina Modeladora de Uva #todecacho Kids é assim: só receber elogios! 😍💜🍇 #salonnosaojoao #salonline #gelatinadecabelo #gelatinauva
1 dia ago
View on Instagram |
2/3
E aí, @eusaabrina julgou certo? Conta pra gente, qual produtinho você usa?#salonline #salonnosaojoao #cabelocacheado #cremedemelancia #saojoao
2 dias ago
View on Instagram |
3/3
Pular para o conteúdo