Conheça a diferença entre caspa e couro cabeludo ressecado e saiba como tratar o problema

  •  Icone Calendario25 de agosto de 2022
  •  Icone Relogio 14:48
  •  
  • Carolina Glogovchan
 Mulher de costas no banheiro, com o cabelo solto, molhado, cheio de creme de hidratação e couro cabeludo com aspeecto ressecado

Quem já sofreu, ou ainda sofre, com caspa sabe o quanto é desconfortável ter aqueles floquinhos brancos caindo da cabeça na roupa. Mas, em algumas situações, esses pontinhos não são caspas, eles podem significar apenas uma descamação devido ao couro cabeludo ressecado.

Agora, se você está na dúvida se o seu caso é caspa ou o couro cabeludo descascando, não se preocupe! Esse é um questionamento bastante comum quando estamos sofrendo com descamações. Quer entender melhor sobre o assunto e a diferença entre caspa e o couro cabeludo ressecado? Continue a leitura a seguir.

O que causa ressecamento no couro cabeludo?

Mulher branca com o couro cabeludo ressecado, lavando o cabelo liso preto no chuveiro

O ressecamento e a descamação do couro cabeludo podem ser da própria genética, já que é um quadro bastante comum em quem tem pele seca, mas pode significar também que a região não está totalmente hidratada.

Em uma pele completamente saudável, as camadas externas das células são organizadas como um muro de tijolos e servem para manter o local hidratado adequadamente. Porém, quando o couro cabeludo fica irritado, essa estrutura se torna enfraquecida, permitindo, assim, que a hidratação essencial escape, deixando a pele do couro cabeludo ressecada.

O ressecamento do couro cabeludo e, consequentemente, a descamação podem ocorrer por outras razões e hábitos incorretos, como lavar os cabelos muitas vezes na semana, uso excessivo de calor, alergias provocadas por químicas capilares, como as tintas para colorir o cabelo ou as escovas progressivas, assim como a dermatite seborreica também pode ser a causa do problema em questão.

Característica de um couro cabeludo ressecado

Agora que você já entendeu o que causa o ressecamento no couro cabeludo, vamos pontuar as principais características de um couro cabeludo ressecado. São elas: ardência, muita coceira, sensação de repuxamento, irritação e vermelhidão.

Inclusive, quando o couro cabeludo está muito ressecado, acaba enfraquecendo a base do fio, que cresce de forma lenta e tem a sua estrutura fragilizada. Dessa forma, o cabelo começa a quebrar e os fios também acabam sendo afetados, ficando opacos e com aspecto ressecado.

Qual a diferença entre caspa e couro cabeludo ressecado?

A principal diferença entre a caspa e o couro cabeludo ressecado é que ela é uma descamação natural do couro cabeludo, que ocorre, geralmente, pelo excesso de produção de óleo na região e não por falta de hidratação.

Essa oleosidade excessiva acontece por diversos motivos, além das causas naturais. São eles: estresse, a frequência de lavagens, alimentação desequilibrada, uso incorreto de produtos capilares, alterações hormonais, clima ou até mesmo questões emocionais.

Além disso, existem dois tipos de caspas: a oleosa, em que a raiz sofre a descamação, mas ela fica “presa” no couro cabeludo e a seca, em que os floquinhos brancos se desprendem da raiz e se espalham pelo comprimento dos fios.

Tratamentos para couro cabeludo ressecado

Mulher branca de cabelo liso, castanho claro, em frente ao espelho observando o couro cabeludo ressecado

Como tratar o couro cabeludo ressecado? A principal ação de um tratamento para esse problema é hidratá-lo, além de buscar a causa principal do dano para combatê-la e ajudar o corpo a reparar suas defesas naturais. Neste cenário, é fundamental ter ajuda profissional de um médico para diagnosticar o seu quadro e descobrir as possíveis causas.

Veja outras formas de tratamento:

Banhos mornos

Evite banhos muitos quentes: a temperatura elevada da água resseca ainda mais o couro cabeludo, além de abrir as cutículas capilares;

Esfoliação recorrente

Esfolie o couro cabeludo! Para isso, você pode usar argila verde natural, vinagre branco, que também tem ação antifúngica, ou fazer uma misturinha de açúcar e babosa;

Produtos corretos

Evite usar produtos de limpeza profunda na região, pois ressecam ainda mais o couro cabeludo, removendo a oleosidade natural da região;

Menos procedimentos químicos

Dê um tempo nos procedimentos químicos, como alisamentos e relaxamentos, já que também podem afetar a saúde do couro cabeludo e resultar em um quadro de ressecamento;

Proteção contra raios solares

Caso seu couro cabeludo esteja à mostra, use proteção contra os raios solares para evitar o ressecamento. Isso porque, o sol pode fazer seu couro cabeludo descascar por falta de proteção, assim como ocorre com a nossa pele quando nos esquecemos de passar o filtro solar.

Vale destacar, ainda, a importância de beber bastante água diariamente. Esse hábito auxilia o seu corpo a se manter hidratado como um todo.

Como hidratar couro cabeludo ressecado?

Mulher negra sorrindo enquanto hidrata o couro cabeludo ressecado no chuveiro

O shampoo para couro cabeludo ressecado é uma das melhores formas para tratar o problema e manter a região hidratada. Mas, para isso, é necessário trocar o seu shampoo diário por uma versão rica em ativos emolientes, ou seja, usar um bom produto indicado para o seu tipo de pele e específico para hidratação do couro cabeludo irá aliviar a coceira e a irritabilidade da região, fazendo com que o quadro de ressecamento reduza, bem como os sintomas.

Além disso, o cabelo deve ser lavado, no máximo, duas vezes por semana, para evitar que a oleosidade natural seja removida pela água. E como já alertamos anteriormente, o uso excessivo de shampoos com ação de limpeza mais intensa, como os indicados para cabelos oleosos, podem piorar ainda mais a condição de ressecamento.

Dicas para evitar o ressecamento do couro cabeludo

Você já aprendeu sobre como hidratar couro cabeludo ressecado, mas para ajudar você na missão de não ter mais problemas, separamos algumas dicas essenciais que ajudarão a restaurar o equilíbrio. Lembrando que são cuidados especiais que você pode incluir no seu dia a dia, mas é importante também rever os hábitos que podem estar sendo prejudiciais para a saúde da pele dessa região. Confira o que fazer e usar no couro cabeludo ressecado para ajudar a controlar o quadro:

  • Você pode usar um óleo para couro cabeludo ressecado;
  • Lavar o cabelo somente com água fria;
  • Evitar o uso de ferramentas de calor bem próximas à raiz do cabelo.

Portanto, lembre-se: um couro cabeludo ressecado e com caspa tem solução e consequentemente, melhora! Siga as dicas e as recomendações do seu dermatologista.



Comentários

  1. Elizabeth C. Silva de Lima disse:

    Muito ultil essas informaçoe ja não sabia mais o que fazer com o rececamento do couro cabeludo. Me indiquem produtos que me ajudem
    Ja estou fazendo acompanhamento medico.

Escreva ou responda um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Conheça o nosso Instagram!

  • Simbora fazer teu penteado MIGS e vamos curtir o São João! 👩🏻‍🌾🌽#SalonNoSaoJoao #SalonLine
  • Passar em qualquer lugar com o cabelo finalizado com a Gelatina Modeladora de Uva #todecacho Kids é assim: só receber elogios! 😍💜🍇 #salonnosaojoao #salonline #gelatinadecabelo #gelatinauva
  • E aí, @eusaabrina julgou certo? Conta pra gente, qual produtinho você usa?#salonline #salonnosaojoao #cabelocacheado #cremedemelancia #saojoao
Simbora fazer teu penteado MIGS e vamos curtir o São João! 👩🏻‍🌾🌽#SalonNoSaoJoao #SalonLine
23 horas ago
View on Instagram |
1/3
Passar em qualquer lugar com o cabelo finalizado com a Gelatina Modeladora de Uva #todecacho Kids é assim: só receber elogios! 😍💜🍇 #salonnosaojoao #salonline #gelatinadecabelo #gelatinauva
1 dia ago
View on Instagram |
2/3
E aí, @eusaabrina julgou certo? Conta pra gente, qual produtinho você usa?#salonline #salonnosaojoao #cabelocacheado #cremedemelancia #saojoao
2 dias ago
View on Instagram |
3/3
Pular para o conteúdo